Nintendo diz que Joy-Cons do Switch foram melhorados para evitar drift


Enquanto o Nintendo Switch é um console amado por muitos fãs, um problema técnico persistente continua atormentando até os dias de hoje o dispositivo: os Joy-Con. Relatos sobre a baixa durabilidade e drift (gatilhos que se movem sozinhos) dos controles analógicos após um período de tempo não são novidade, e enquanto a empresa ainda enfrenta uma ação coletiva sobre o assunto, a “Big N” resolveu se desculpar pela situação… ou algo parecido.

Em uma entrevista coletiva para divulgar o lançamento oficial do Nintendo Switch OLED Model nesta sexta-feira (8), o problema foi novamente abordado e executivos declararam que melhorias foram feitas – mas que algum desgaste sempre será é inevitável. “Os controles Joy-Con têm muitos recursos diferentes, por isso temos feito melhorias que nem sempre são visíveis. Entre outras coisas, as peças analógicas têm sido continuamente aprimoradas desde o lançamento e ainda estamos trabalhando em melhorias”, explicou o vice gerente geral, Toru Yamashita.

publicidade

Nintendo Switch
Nintendo diz que os Joy-Cons do Switch foram melhorados para evitar o drift. Imagem: Nintendo/Divulgação

O executivo não reconheceu os problemas explícitos de desvio do stick ou outros relatados pela comunidade de jogadores, mas chegou perto disso ao simplesmente afirmar que o Joy-Con original feito para o lançamento do Switch (frequentemente citado como o mais sujeito a problemas de experiência) registrou “certos problemas”, mas ainda sim passou no controle de qualidade da Nintendo.

“O stick analógico da primeira versão passou no teste de confiabilidade do Nintendo usando o método de girar o stick enquanto aplicava continuamente uma carga a ele, com os mesmos critérios do stick analógico do Wii U”, acrescentou Yamashita. “Como sempre, tentamos melhorá-lo e investigamos os controladores Joy-Con usados pelos clientes, mas logo melhoramos repetidamente a resistência ao desgaste e a durabilidade”.

Ele ainda afirmou que as peças do Joy-Con são feitas sob medida e que a empresa “melhorou o teste de confiabilidade” e fez “mudanças para melhorar a durabilidade” – alterações estas que, segundo ele, já foram implementadas em controles na época do lançamento do Nintendo Switch Lite e outros vendidos individualmente na época.

Leia mais:

Mas Ko Shiota, gerente geral da divisão de desenvolvimento de tecnologia da Nintendo, apontou que desgastes nos controles são ‘inevitáveis” e comparou os controles Joy-Con a pneus de carros.

“Os pneus dos carros se desgastam com o movimento do carro, pois estão em constante atrito com o solo para girar”, disse Shiota. “Então, com a mesma premissa, nos perguntamos como podemos melhorar a durabilidade, e não só isso, mas como a operabilidade e a durabilidade podem coexistir? É algo que estamos continuamente enfrentando”.

“O grau de desgaste depende de fatores como a combinação de materiais e formas”, concluiu Yamashita, “portanto, continuamos a fazer melhorias pesquisando quais combinações têm menos probabilidade de se desgastar.”

Vale ressaltar que em janeiro de 2021, a Comissão Europeia divulgou uma declaração delineando os próximos passos potenciais em relação ao problema de drift dos Joy-Con de vários Nintendo Switch, motivada por apelos de diversos consumidores que manifestaram repúdio à Organização Europeia de Consumidores (BEUC). O assunto, atualmente, segue sendo apurado.

Fonte: EuroGamer

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!


Todo mês, obtenha itens exclusivos, jogos grátis,
uma assinatura gratuita na Twitch.tv e muito mais
com sua assinatura Prime.
Clique aqui para um teste gratuito de 30 dias.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =